Distribuição Logística: Guia definitivo para tornar sua logística mais eficiente

distribuição logística
8 minutos para ler
Compartilhe:

Você que trabalha com distribuição logística sabe o quanto é importante a estruturação de bons processos que levem à eficiência e à eficácia do setor. 

Para quem não sabe a distinção entre os termos, eficiente é aquilo que é cumprido com competência e o mínimo de erros. 

Já a eficácia acontece quando realizamos as demandas e atingimos os objetivos planejados.

Já deu para perceber que eficiência e eficácia devem andar juntos, ainda mais quando falamos do setor logístico. 

Por isso, queremos compartilhar com você algumas dicas e informações que vão ajudar – e muito – a tornar a logística de distribuição do seu negócio ainda melhor.

Boa leitura!

O que é distribuição logística?

A distribuição logística – também conhecida como logística de distribuição – engloba todos os processos que tangenciam o gerenciamento das mercadorias que uma empresa vende. 

Entram dentro deste guarda-chuva desde a expedição de mercadorias, que é o processo de envio para o consumidor final, até a gestão do estoque

Como se trata de uma cadeia cheia de etapas e que impacta diretamente a experiência de consumo, é comum que as empresas analisem os processos com bastante cautela, a fim de identificar gargalos logísticos e melhorar seu fluxo operacional. 

Qual a importância da distribuição logística?

Uma empresa que realiza uma gestão eficiente da distribuição logística consegue evitar problemas e prejuízos, tais como:

  1. Atraso nas entregas;
  2. Problemas de contrato com transportadoras terceirizadas;
  3. Falta ou excesso de produtos e insumos estocados;
  4. Desorganização nos pedidos de reposição de mercadorias;
  5. Falta de cumprimento de prazos acordados com clientes e parceiros comerciais.

Além de auxiliar na redução dos desafios, uma gestão eficiente da logística de distribuição permite que a instituição encontre meios de reduzir custos logísticos sem perder qualidade e desenvolver novos processos que funcionam de forma mais organizada e controlada. 

O resultado principal da gestão estratégica da logística aparece tanto para o consumidor final, que ganha agilidade na expedição de suas compras, quanto para a empresa, que passa a trabalhar de forma mais coordenada, econômica e eficaz.

Vale destacar que essa lógica pode ser aplicada tanto para empresas que atuam na compra e venda de produtos e também para outros setores, como o agronegócio e a indústria. 

Como funciona a distribuição logística?

logística de distribuição exemplos

Sabe a expressãosupply chain”

Ao pé da letra, ela significa “corrente de suprimentos”, algo que nós brasileiros adaptamos para “cadeia de suprimentos”. 

Contudo, a lógica dos processos de supply chain – que engloba a distribuição logística – funciona mesmo como uma corrente.

Cada etapa é como se fosse um elo que se conecta ao seu anterior e ao seu sucessor. 

Por exemplo, a gestão do estoque está conectada previamente ao processo de compra de produtos junto aos fornecedores e também à próxima fase, que é a separação e envio da mercadoria.

Percebe como tudo funciona como uma corrente mesmo?

8 etapas da distribuição logística

Bom, agora que você entendeu a lógica, vamos listar alguns dos elos dessa corrente:

  1. Recepção dos pedidos feitos por clientes;
  2. Confirmação da compra e separação dos itens comprados (processo também conhecido como picking);
  3. Análise da separação, a fim de conferir se o pedido bate com o que está sendo enviado;
  4. Baixa dos produtos no estoque;
  5. Preparo da embalagem;
  6. Construção do roteiro de transporte e análise dos melhores trajetos;
  7. Execução e controle do frete;
  8. Confirmação da chegada até o cliente. 

Perceba que todas essas etapas englobam mais de um setor. 

Além dos responsáveis pelo estoque e transporte, até mesmo o setor de vendas está envolvido aqui, e, em casos onde há problemas, até mesmo a equipe de marketing ou gestão de relacionamento entra em campo. 

4 vantagens em ter uma excelente distribuição logística

Ter uma distribuição logística bem estruturada gera alguns benefícios, que é justamente o que a sua empresa vai ganhar ao organizar o setor e as operações.

Veja quais são os 4 principais:

1. Melhoria no atendimento e experiência de compra

Vamos começar aquilo que importa muito para o sucesso de qualquer empreendimento: a satisfação do cliente.

Uma logística bem feita tem impactos diretos na experiência de compra, o que eleva a satisfação da sua clientela e permite iniciar o famoso processo de fidelização, que é indispensável para ter receita recorrente e, claro, clientes promotores da marca. 

2. Entregas mais eficientes

Ainda falando sobre atendimento e experiência, pense que a distribuição logística bem feita permite que as entregas de produtos sejam mais ágeis e assertivas. 

Bons processos reduzem os erros, diminuem a margem de reclamações e se tornam um diferencial competitivo, ainda mais nos tempos atuais, onde muitos clientes até preferem pagar um pouquinho mais caro, desde que o frete seja ágil. 

catálogo equipacenter 2023

3. Diminuição de gastos

Junto com a satisfação dos clientes, a redução de custos é outro ponto importantíssimo, afinal de contas, diminuir despesas sem perder qualidade sempre é um desejo dos administradores de empresas. 

Conforme os processos são organizados, reduzem-se erros e gastos desnecessários, o que permite que o repasse desses custos ao cliente seja menor.

Essa redução do repasse pode servir tanto para ampliar a margem de lucro ou para reduzir o preço final, ampliando a competitividade de mercado. 

4. Aumento da produtividade

A empresa que tem bons processos e uma excelente organização no setor de logística consegue facilitar o trabalho da equipe e ampliar a produtividade deles sem necessitar de mais horas de expediente. 

Quando uma empresa está desorganizada, é comum que aconteçam erros simples, mas que geram prejuízos (tanto financeiros quanto de reputação), isso tudo vai impactar na produtividade, gerando refações e tempo perdido consertando erros, algo que ninguém gosta de fazer, concorda?

5 dicas para otimizar a distribuição logística

qual a importância da logística de distribuição

Quer ter uma distribuição logística eficiente? Então fique de olho nas dicas que separamos para você!

1. Comece mapeando os fluxos operacionais

Como você vai saber o que gera gargalo e o que funciona bem sem analisar cada etapa? 

O primeiro passo para melhorar algo é saber muito bem como é o funcionamento, portanto, mapeie cada etapa do fluxo operacional para entender onde estão as possibilidades de melhoria.

2. Planejamento de estoque faz a diferença

Um dos piores erros que você pode cometer é não planejar o estoque. 

Falta ou excesso de produtos são prejuízo na certa. 

Se sobra, será preciso diminuir preços para escoar a mercadoria. 

Se falta, a empresa terá que falar não para clientes e interessados.

Nada disso combina com o sucesso na logística, portanto, faça um bom planejamento. 

Leve em consideração os dados de vendas já captados, as datas onde a movimentação fica mais intensa e não se esqueça de avaliar também os prazos de reposição acordados com fornecedores. 

3. Roteirize o frete

Se sua empresa é dona da frota que faz a entrega das mercadorias, lembre-se que o trajeto escolhido faz toda a diferença no tempo do frete e também no custo do mesmo. 

Antes de abastecer o caminhão e despachar o motorista para a estrada, trace um roteiro, contabilize a quilometragem, calcule o preço dos pedágios e veja quais são as melhores opções para concluir essa etapa. 

4. Encontre bons fornecedores e negocie com eles

Caso a empresa terceirize o frete ou outra etapa da logística, não tenha medo de negociar preços para formar uma boa parceria. 

Mas nem tudo é preço nesse mundo, portanto, vale a pena analisar a reputação do fornecedor, suas condições de pagamento e também o atendimento oferecido, afinal de contas, nesse momento você é o cliente!

5. Use sistemas tecnológicos

Um ERP, um software de gestão de frota e até mesmo um CRM são algumas das ferramentas que podem ajudar o setor a organizar processos, reduzir tempo de tarefas, monitorar resultados e acompanhar a movimentação das mercadorias.

Quem tem medo da tecnologia e da evolução fica para trás, portanto, reflita sobre a forma como seu setor trabalha hoje e como as inovações tecnológicas podem contribuir para que os resultados sejam mais consistentes. 

Existem diversas soluções digitais à disposição das empresas, com certeza você encontrará uma que vai ser a verdadeira mão na roda

Dica final: modernize seu armazém e use boas ferramentas!

Um dos maiores gargalos que podem surgir na logística é a má distribuição de mercadorias ou a falta de ferramentas adequadas para dar conta do trabalho.

Imagine uma empresa que precisa carregar 200 sacos de cimento em um caminhão. 

Agora, pense no tempo que essa tarefa exige se o carregamento for manual. 

Pensou? Então imagine que essa mesma tarefa será feita com ajuda de empilhadeiras ou com o suporte de paleteiras

Com certeza o tempo gasto será bem menor, concorda?

Esse é o poder que boas ferramentas te oferecem: menos tempo de execução, mais eficiência na distribuição logística e agilidade na entrega.

Compartilhe:
Você também pode gostar

Deixe um comentário