Logística no Supermercado: Guia Completo para Reduzir Custos

logísitica no supermercado
8 minutos para ler
Compartilhe:

Gerenciar a logística no supermercado deixou de ser uma tarefa simplesmente operacional para se tornar um processo estratégico ao negócio. 

Cuidados com a armazenagem e a disposição de produtos, verificação do prazo de vencimento e abastecimento são tarefas indispensáveis para o bom funcionamento de mini, super ou hipermercados. 

Mas quais são os principais passos para assegurar o bom planejamento da logística e, por consequência, a redução de custos?

Neste artigo, veja dicas de como melhorar a logística no seu supermercado e aproveite para entender os benefícios da logística reversa para o seu negócio. 

Por que organizar uma boa operação logística é importante?

Quem trabalha diariamente na rotina de um supermercado sabe:

Quando o controle de estoque é eficiente, metade dos problemas está resolvido

Falamos isso, pois a falta de planejamento pode resultar em retrabalhos, processos repetitivos, falta de mercadoria nas prateleiras e, o mais grave: venda de produtos impróprios ao consumidor. 

É justamente por isso que otimizar as operações e garantir equipamentos que ajudem a otimizar os trabalhos têm considerável potencial de reduzir os custos e ampliar as vendas. 

Desafios e benefícios de uma logística assertiva no supermercado

Você sabe: os supermercados costumam trabalhar com um volume elevado de mercadorias.

O desafio, portanto, é:

Elaborar um planejamento que vai desde organizar o estacionamento do fornecedor – afinal o caminhão pode ficar parado um tempo considerável até o descarregamento completo das mercadorias – até a reposição de produtos nas prateleiras e a garantia de que eles estarão frescos ou dentro do prazo de validade para os clientes. 

Feito isso, os benefícios para o supermercado que realmente investe na logística são:

1) Eficiência

Tudo aquilo que é planejado (e antecipado) tende a ser melhor executado. 

Quando se apropria de uma logística bem planejada, o supermercado terá não só funcionários mais satisfeitos e produtivos, como uma relação mais saudável e duradoura com seus fornecedores. 

2) Maior controle

Registrar números, analisar indicadores, mensurar desperdícios, identificar possíveis falhas. Todos esses procedimentos passam a ser melhor executados quando a logística, de fato, funciona. 

3) Redução de custos

E aqui entra o benefício para uma das maiores preocupações de gestores de supermercado e de estoque. 

Com o maior controle dentro do supermercado e a identificação de onde ocorrem os principais desperdícios, o resultado natural é a redução de gastos.  

4) Melhoria da estrutura organizacional

Tudo o que é feito com antecedência, tende a ser menos estressante para quem está na linha de frente do trabalho. 

Nos supermercados essa lógica não é diferente. Um ambiente organizado e com as funções delimitadas permite, por exemplo, que os compradores negociem previamente com fornecedores e que os funcionários de estoque e armazenagem tenham mais agilidade para organizar o fluxo de mercadorias. 

5 dicas para uma operação logística de supermercado eficiente

logística reversa

Agora que você entendeu a logística no supermercado também como uma vantagem competitiva é hora de conferir algumas dicas práticas para facilitar o seu dia a dia e aumentar a produtividade no negócio. 

1) Invista nos equipamentos certos

Fazer a movimentação das cargas com agilidade e segurança é uma necessidade básica para garantir a boa logística no supermercado. 

Seja com a ajuda de paleteiras manuais ou paleteiras com balança (para fazer a conferência precisa no recebimento das cargas), é importante ter esse trabalho facilitado com a ajuda de equipamentos de qualidade, fácil manuseio e baixa manutenção. 

O mesmo vale para o sistema de empilhadeiras

De nada adianta comprar equipamentos baratos, se eles necessitarem ali na frente de constantes manutenções.

catálogo equipacenter 2023

2) O óbvio precisa ser digo: controle o estoque

O controle adequado de estoque deve considerar alguns pontos, como o uso otimizado do espaço, além de instalações que permitam o deslocamento e a movimentação ágil dos produtos em qualquer direção. 

A armazenagem também deve seguir as regras básicas da logística, como a PEPS (primeiro produto que entra é o primeiro que sai), sempre com o objetivo de não haver desperdícios ou produtos danificados. 

Nesse contexto, o preparo do responsável pelo estoque é fundamental. 

Ele precisa garantir que somente mercadorias com data de validade superior a um terço do total da vigência final sejam recebidas.

3) Posicione as prateleiras de forma estratégica

Ser estratégico quando o assunto é o posicionamento estratégico das prateleiras significa que aqueles produtos que vendem muito devem estar localizados em locais de fácil acesso para o repositor.

Já os produtos mais leves ou frágeis, podem ser alocados nas prateleiras da parte de cima ou sem tanta acessibilidade.

4) Invista na tecnologia

O gerenciamento do seu estoque pode ser muito facilitado com a utilização de um software de logística

Esse investimento permite que você informatize a gestão de estoque e integre o setor a outras áreas, como o departamento de compras e o caixa, por exemplo. 

Programas que realizam a catalogação eletrônica também favorecem a vida do repositor, que consegue localizar determinado item mais rápido e consegue gerar relatórios que identificam erros.

5) Atenção no descarregamento de mercadorias

Por último, mas não menos importante, o descarregamento das mercadorias é outro ponto que precisa ser cuidado com muita atenção. 

Elabore uma agenda de recebimento para que o supermercado possa realizar a reposição de mercadorias em dias mais apropriados e fique atento às regras de circulação de caminhões na região do seu supermercado. 

Esses pontos são importantes não só para gerar o conforto do cliente, como também para respeitar as normas da sua cidade, afinal ninguém merece levar uma multa por permitir o estacionamento de um grande veículo em lugar impróprio, não é mesmo?

Veja também: Picking e Packing: O Que é, Diferenças e Métodos Mais Utilizados

Por que a logística reversa pode ser vantajosa para o seu supermercado

Uma importante pauta que tem mobilizado empresários de todos os ramos é a logística reversa. 

Criada para lidar com o impacto ambiental das embalagens e de outros produtos comercializados por empresas, a logística reversa tem como objetivo promover uma economia mais regenerativa. 

Além de ajudar as empresas a se posicionar de forma mais consciente, esse processo atua como vantagem competitiva.  

Mas como fazer a logística reversa no supermercado?

Em primeiro lugar, você precisa buscar fornecedores que também tenham essa preocupação e possam ser parceiros efetivos para ajudar o seu negócio com práticas sustentáveis. 

Separe, por exemplo, os produtos que não puderam ser vendidos dentro do prazo de validade e combine uma data de retirada com o fornecedor. 

Outra forma de colaborar com o sistema da logística reversa é implementar um sistema de descarte de materiais como pilhas, baterias e até certos tipos de plástico, como tampinhas de garrafas pet. 

Com isso, seu supermercado vai estar não só facilitando a rotina do cliente que saberá onde descartar materiais mais delicados, como também ajudando a evitar o excesso de lixo tóxico, comprovadamente prejudicial ao meio ambiente. 

Planejamento, bons equipamentos e equipe preparada

Se você chegou até aqui, percebeu que uma boa dose de organização aliada a equipamentos de qualidade e à capacitação da equipe são as peças-chave para a boa logística do seu supermercado. 

Agora, é só colocar em prática e garantir a execução das dicas que colocamos neste artigo para obter os benefícios de uma operação logística eficiente.

Aproveite também para conferir nossos produtos da linha de movimentação, ideias para a otimização da logística em supermercados.

Solicite uma cotação de nossos equipamentos ou, caso tenha alguma dúvida, basta entrar em contato conosco.

Compartilhe:
Você também pode gostar

Deixe um comentário