Acuracidade de Estoque: Como fazer o cálculo + Nível aceitável

acuracidade de estoque
7 minutos para ler
Compartilhe:

Não há como negar que um dos maiores desafios para quem trabalha com controle e estoque de mercadorias:

Encontrar o equilíbrio ideal entre o armazenamento e a vazão de produtos.

Afinal, a aquisição ou produção destes requer certo investimento monetário e espera-se retorno sobre.

Logo, o controle deste equilíbrio reflete diretamente na saúde financeira da empresa, e há dados que comprovam isso.

Segundo pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Prevenção e Perdas (Abrappe), em 2019, os prejuízos no setor varejista brasileiro foram de 1,36%, o que representa um valor de R$22,44 bilhões. 

E há fatores que explicam números tão expressivos, tais como:

  • Quebra operacional (36%);
  • Furto externo (20%);
  • Erro de inventário (13%);
  • Furto interno (11%);
  • Erros administrativos (9%).

E como evitar perdas tão grandes para as empresas? 

O primeiro passo é aplicar uma boa acuracidade de estoque

Quer saber como? Neste artigo explicaremos o que é essa técnica e como fazer o cálculo para aplicá-la de forma correta. Acompanhe.

O que é acuracidade de estoque?

Acuracidade de estoque é a relação entre a quantidade de produtos físicos na loja, armazém ou local de fabricação, com o registrado no sistema.

Ou seja, ela é a exatidão de produtos disponíveis pela empresa a serem ofertados aos clientes.

Essa análise e checagem é extremamente fundamental ao lojista, logo que evita a escassez de produtos disponíveis ao consumidor, como também o excesso de mercadoria no armazém.

Desta forma, reduz-se os custos de armazenamento, evita-se a depreciação do produto, como também o atraso nas entregas.

Com todos esses benefícios, fica evidente o ganho e aumento das vantagens competitivas, logo que todo o processo logístico torna-se mais efetivo e menos custoso, impactando diretamente na lucratividade.

Por que é importante dar atenção para a acuracidade de estoque?

A primeira vantagem da acuracidade de estoque é a possibilidade da visualização macro de toda a estocagem.

Ao não aplicar tal técnica, são grandes os riscos de:

  • Perda do controle de lote;
  • Diminuição da qualidade do serviço entregue;
  • Queda de produtividade;
  • Risco de desabastecimento;
  • Grandes perdas financeiras.

Quando melhor organizada e com maior precisão, a acuracidade torna as tomadas de decisão mais assertivas e confiáveis.

Além disso, também apresenta benefícios, como:

  • Maior agilidade na entrega de pedidos;
  • Economia de custos de armazenamento;
  • Melhora no planejamento e compra de produtos e/ou matéria prima;
  • Diminuição de perdas;
  • Eliminação de incidências com perdas ou extravios;
  • Armazenagem eficiente.

Por isso, para não ficar na mão e aproveitar todos os benefícios que essa técnica dispõe, é preciso saber fazer cálculo de acuracidade de estoque, que mostraremos como realizá-lo a seguir.

Veja também: 6 tipos de armazenagem mais utilizados

Como fazer o cálculo da acuracidade de estoque?

A única maneira de fazer uma acuracidade de estoque precisa é por meio de cálculos.

Porém, se acalme… é mais simples do que você pensa e vai te evitar grandes dores de cabeça.

A fórmula é a seguinte:

Acuracidade de estoque = número de itens contabilizados no estoque / número de itens que constam no sistema x 100

De forma exemplificada:

Se uma loja possui um estoque de 130 produtos e a marcação do sistema aponta que o armazenamento está em 145 unidades, o cálculo a ser realizado será:

Acuracidade de estoque = 130/ 145= 0,89 x 100 = 89%

catálogo equipacenter 2023

Ou seja,

A acuracidade de estoque desta loja é de 89%.

Quanto mais alto o percentual do resultado, melhor sinal positivo para o nível de acuracidade de estoque da empresa.

Mas e quanto a porcentagem é baixa, o que fazer?

A seguir, apresentaremos dicas de como aumentar o nível de acuracidade de estoque da empresa.

5 passos para garantir altos níveis da acuracidade do seu estoque

Agora que sabemos como descobrir o nível de acuracidade do estoque, é preciso entender como é possível garantir que este esteja sempre alto, sem perder mercadorias e trazer prejuízos à empresa.

Esses são 5 passos a serem seguidos para garantir tal feito:

1. Compreenda seus processos

Antes de aplicar qualquer mudança, o primeiro passo é entender como seus processos funcionam e quais deles estão sendo eficientes, ou não, para a acuracidade de estoque.

Assim, identificando os processos que estão gerando gargalos logísticos, é possível ajustá-los ou eliminá-los, caso necessário, para dar lugar a outros processos mais eficientes.

Isso também está extremamente atrelado à gestão da logística interna e, uma das soluções para superar os problemas de gargalos logísticos é a utilização de equipamentos de qualidade, como empilhadeiras e paleteiras.

2. Reduza os pontos de contato

Enquanto a mercadoria estiver dentro do estoque, quanto menor o número de funcionários que a manuseiam, menores também serão os riscos de extravios, perdas de registros e erros humanos que impactam no nível de acuracidade.

Por isso, quando analisar todos os seus processos, identifique quais pontos de contato que podem ser eliminados.

3. Identifique seus produtos

Principalmente em estoques com um grande volume e variedade de mercadorias, a identificação errada de qualquer item prejudica diretamente na acuracidade.

Uma excelente dica é utilizar código de barras para cada produto. Assim, enviado ao sistema, a organização se torna muito mais efetiva.

4. Implemente contagens cíclicas

Problemas com a acuracidade são sempre premeditados e evitáveis.

A principal razão para acontecerem é pela falta de checagem dos estoques.

Por isso, é importante a implantação de contagens cíclicas de estoque. Dessa forma, é possível evitar que problemas com falta ou excesso de mercadoria, ajustando o nível de acuracidade conforme a necessidade.

5. Treinamento de funcionários

Entender a importância de manter os níveis de acuracidade de estoque altos é algo que precisa ser de conhecimento de todos os funcionários envolvidos nos processos.

Por isso, implementar treinamentos é fundamental para o entendimento da relevância dos procedimentos de controle e segurança dos produtos e que todos os envolvidos são responsáveis em manter esse nível alto.

Afinal, qual é o nível aceitável de acuracidade para o seu negócio?

acuracidade de estoque aceitavel

É importante salientarmos que não existe um percentual padrão para todas as empresas.

O número ideal vai depender muito do tipo de mercadoria, sazonalidade e ramo do negócio, sendo que o ideal, de forma geral, é que esse cálculo resulte em 100%.

Porém, poucas vezes esse percentual será alcançável. 

Por isso, o ideal é que a acuracidade seja a mais alta possível, enquanto a diferença, quanto menor, melhor.

Porém, se falarmos em números padrões, caso o cálculo alcance os 95%, já é considerada uma boa prática de mercado.

Acuracidade de estoque é cuidar do hoje, pensando no futuro

Manter os níveis de acuracidade altos é essencial para o bom funcionamento do setor logístico interno de toda empresa e a sua não manutenção reflete em verdadeiros prejuízos, tanto de insatisfação do cliente, como também financeiros.

Porém, como você pôde ver, não é algo difícil de ser resolvido.

Por isso, organize a rotina da sua equipe e aplique todas as dicas e métodos apresentados nesse artigo e evite dores de cabeças premeditadas e, ainda por cima, ganhe em vantagens competitivas.

Compartilhe:
Você também pode gostar

Deixe um comentário