7 ideias lucrativas para Agricultura Familiar

Ideias para agricultura familiar
9 minutos para ler
Compartilhe:

Quando falamos sobre agronegócio, é muito comum associarmos à grandes fazendas e à produção de alimentos em massa.

Porém, segundo o Censo Agropecuário de 2017, o maior percentual desse setor vem da agricultura familiar, o qual representa 77% das mais de 5 milhões de propriedades agrícolas do Brasil.

É um número extremamente expressivo e que simboliza o emprego de mais de 10 milhões de pessoas neste período.

Sendo a agricultura familiar tão forte no Brasil e abrangendo tantos trabalhadores, como torná-la mais lucrativa?

Confira neste artigo algumas ideias para agricultura familiar mais rentável e próspera. Acompanhe.

Por que é importante inovar na agricultura familiar?

Ao pensarmos em inovação na agricultura, é impossível não associarmos a fazendas extremamente robotizadas e automatizadas, com megas maquinários com pilotagem automática.

Porém, como você verá mais à frente, inovar no campo está muito mais associado à otimização produtiva com pequenas melhorias que tornam a propriedade mais rentável e o trabalho do agricultor mais confortável e eficiente.

É claro, tais otimizações também passam pela utilização de tecnologias na agricultura, porém, não necessariamente simboliza um mega investimento.

Trazer estratégias e novas ideias para agricultura familiar contribui para um exponencial crescimento, além de otimizar o tempo de trabalho e tornar a produção mais lucrativa, com a diminuição de custos desnecessários e aumento da eficiência produtiva.

O mais importante disto tudo é que tais inovações não diminuem a qualidade de seus produtos, ou seja, adotá-las só apresenta vantagens a você, produtor rural.

7 ideias lucrativas para Agricultura Familiar

Como tornar a agriculta familiar mais lucrativa

Sem mais delongas, abaixo separamos 7 dicas de como tornar a agricultura familiar mais lucrativa:

1. Adquira ferramentas adequadas

Por mais que a tecnologia avance sobre as atividades agrícolas de forma rápida e favorável, a escolha de ferramentas de agricultura familiar adequadas a cada tipo de lavoura e necessidade de plantio ainda é essencial para uma maior otimização de resultados.

Máquinas de costurar sacos, medidores de umidade de grãos e tratores são exemplos de maquinários e ferramentas que lojas especializadas, como a Equipacenter, oferecem e que auxiliam no aumento da produtividade, sem grandes complexidade de aplicação.

Ferramentas adequadas tornam o trabalho no campo mais eficiente e, desta forma, o esforço humano é diminuído, o que simboliza uma enorme redução de custos monetários e de aplicação de energia.

2. Melhore sua capacidade de gestão

Podemos dizer que ferramentas específicas para cada necessidade de cultivo são essenciais para o bom rendimento da plantação.

Porém, sem uma boa gestão da propriedade e do cultivo, elas de nada adiantarão para o rendimento financeiro do seu negócio.

Questões relacionadas a impostos, logística e organização financeira necessitam de uma enorme atenção, logo que, burocraticamente falando, são o que tornarão a agricultura familiar rentável e viável.

Para isso, além de um controle completo de todas as suas necessidades e obrigações, é muito importante estudar sobre, buscando cursos profissionalizantes de gestão financeira, agrícola e até mesmo de pessoas, para lidar da melhor forma possível com sua equipe.

Tudo isso simboliza trazer maior inteligência gerencial ao seu negócio. 

3. Vincule-se a cooperativas da sua região 

Uma dica muito valiosa ao produtor rural de pequeno porte é buscar apoio em cooperativas agrícolas de sua localidade.

Além de apresentarem muito incentivo à agricultura familiar, é muito comum a concessão de boas linhas de crédito, valorizando essa forma de negócio.

Por reunir diversos profissionais e produtores do mesmo ramo, vincular-se a cooperativas também abre uma grande possibilidade de troca de conhecimentos entre os integrantes.

Além disso, comumente são oferecidos cursos para profissionalizar sua gestão, equipe e propriedade, algo extremamente importante à agricultura familiar, que veremos a seguir.

E as vantagens não param por aí. 

O suporte oferecido pelas cooperativas também vai de encontro a momentos de crises, como em temporais ou secas que devastam as plantações.

Tudo isso, simboliza uma possibilidade enorme de crescimento e maior presença no mercado, além de maior lucratividade ao pequeno produtor.

4. Profissionalize a equipe da sua propriedade

É muito comum associarmos a agricultura a um trabalho caseiro e rudimentar. Obviamente é essa é uma percepção errada.

A agricultura familiar, embora menor que a de grandes propriedades e produtores, pode sim ser profissionalizada, afinal, não deixa de ser um tipo de negócio.

Apostar na capacitação de equipe e boa estruturação profissional da propriedade garante a adoção de técnicas de plantio, colheita e demais atividades que reverberam em produtos de melhores qualidades.

catálogo equipacenter 2023

Além disso, práticas mais profissionais do manejo da terra garantem um cuidado e saudabilidade do solo por mais tempo, o que garante o sustento familiar e o uso da propriedade como forma de rendimento monetário por um período de tempo também maior.

Diversos institutos, escolas e entidades oferecem cursos profissionalizantes em diversas áreas da agricultura, seja de forma presencial ou on-line, como as Etec’s, do Centro Paula Souza, o SENAC e os Institutos Federais, espalhados por todo Brasil.

Além disso, pensando até mesmo na continuidade da agricultura familiar, apostar em cursos superiores em agronomia é uma excelente escolha para essa profissionalização.

5. Invista em tecnologias que melhorem a produtividade

Assim como comentamos anteriormente, quando falamos sobre fazendas inteligentes, muitas vezes associamos a aquisição de grandes equipamentos tecnológicos e propriedades totalmente automatizadas.

Por conta disto, produtores da agricultura familiar tendem a desconsiderar a adoção deste tipo de inovação por acharem ser algo fora da sua realidade.

Porém, essa é uma percepção equivocada, logo que o uso de tecnologias na agricultura familiar apenas apresenta benefícios.

É claro, não necessariamente precisam ser adotadas todos os processos produtivos do cultivo, porém, se aplicadas em menor escala e em etapas chave, tendem a melhorar a eficiência como um todo.

Podemos citar como exemplo o GPS agrícola, que traça um percurso sobre a propriedade no qual o maquinário passa uma única vez, tornando o trabalho mais eficiente e menos custoso.

Conheça outros exemplos de tecnologias que auxiliam no campo no artigo que preparamos sobre tecnologia na agricultura.

6. Diversifique as culturas

Uma das grandes vantagens competitivas da agricultura brasileira e que a torna a maior produtora agrícola do mundo é o diversificado calendário agrícola do nosso país.

Ao longo de todo o ano, é possível produzir diversos tipos de plantios em todas as regiões brasileiras, logo que nosso solo e clima tropical permitem essa enorme diversificação.

E isso é extremamente vantajoso à agricultura familiar, com a adoção da técnica de rotação de plantio.

Essa técnica consiste em diversificar as culturas entre as safras, quando o solo estiver disponível e, assim, cultivar cada cultura conforme a época ideal no calendário.

Além de evitar possíveis intempéries, como a degradação do solo, também representa maior lucratividade ao produtor agrícola familiar, logo que é possível cultivar o ano todo e ter um rendimento monetário mais constante.

Veja também: 9 técnicas para melhorar o solo e aumentar os lucros

7. Administre os possíveis riscos

Como já dissemos aqui, a agricultura familiar não deixa de ser um tipo de negócio e, assim como todo negócio, também está propensa a cometer erros que levam a riscos de diversos aspectos e tamanhos.

Por isso, o planejamento é extremamente importante para conhecer o seu negócio como um todo e, por conta disso, entender quais pontos necessitam de maior atenção que outros.

A partir disso, é possível otimizar o que anda bem e identificar os possíveis riscos em setores e processos que não estão bem e, nesse sentido, inovar é sempre o melhor caminho.

Trazer ideias novas ajuda a encontrar possíveis soluções para os problemas identificados como também meios para tornar ainda mais eficiente as boas práticas já adotadas. 

Mas, tudo isso requer planejamento e pensamento estratégico, sabendo exatamente quais resultados se deseja alcançar, sejam eles financeiros ou produtivos.

Veja também: Calendário Lunar para Plantio: O quê e quando plantar

Esteja aberto às novas formas de fazer  

Inovação é sempre bem-vinda no campo. 

Ainda mais quando pensamos em agricultura familiar, trabalhar de forma estratégica não representa a substituição do trabalhador rural, mas sim a facilitação do seu trabalho, apresentando maior conforto e saúde na execução do seu serviço.

Trazer inteligência à forma de fazer agricultura simboliza ganhos enormes em produtividade além de maior segurança e rentabilidade às famílias que têm nessa atividade sua principal fonte de renda.

Estar aberto à inovação também simboliza ouvir o que os técnicos em agricultura têm a orientar e a indicar como teste de novas formas de cuidar e gerenciar o campo.

Por isso a importância de se vincular a cooperativas que apresentam ao produtor rural ideias novas e importantes sobre o cuidado com o campo.

Inovar é sempre o melhor caminho

Embora a agricultura seja uma prática milenar, as necessidades atuais da sociedade apresentam uma precisão enorme de conhecer e desenvolver novas ideias e técnicas para atender às demandas do mundo moderno.

Para além disso, estar por dentro das técnicas inovadoras também simboliza uma maior inteligência competitiva, extremamente necessária para se manter no mercado.

Gostou deste artigo? Então, deixe o seu comentário abaixo e cadastre-se na newsletter da Equipacenter para ficar por dentro de todas as novidades do nosso blog.

Compartilhe:
Você também pode gostar

Deixe um comentário